Precificação no fim do mundo!

Se você clicou nesse Link é porque você também quer saber como diacho pode cobrar pelo seu trabalho. Nem muito, nem pouco. Ou entao achou o titulo curioso e clicou hehe

 

 

Quero aqui passar algumas dicas pra você que trabalha com Motion e afins e o mercado local é.. vamos dizer assim: "Fraco" Eu sinto lhe dizer. Eu não tenho a formula definitiva. Mas tenho algumas dicas que podem te ajudar.

Nesses meu 10 anos no audiovisual eu errei bastante sobre isso. As vezes cobrava muito e não fechava o Job ou cobrava pouco e me ferrava, porque no final eu sempre tinha que entregar o job.

Então esse é o conselho master: Erre.

"Oh Lamek tu tá lombrado?". Você deve estar se perguntanto, mas lê ai que você vai entender. :D

O Brasil tem mercados de todos os niveis, o cara que mora em Rondônia não vai conseguir cobrar o mesmo de quem mora em São Paulo, então errar e tatear o mercado foi a solução que achei para chegar a um denominador comum na hora de cobrar. E com isso percebi que a precificação pode ser sustentada em 3 pilares.

Seu Mercado

Seu Trabalho

Seu Cliente

O seu valor e um cálculo extraído dessas três variáveis. Tá Lamek mas como eu faço isso?

O Mercado

Você primeiro tem que descobrir em que mercado você se encontra. Você descobre isso pesquisando tanto na internet como no face a face também.

Um exemplo de como você pode fazer isso?. Vou focar esse exemplo pra você que mora em alguma cidade pequena, ou que o mercado ainda não é tão desenvolvido:

Procure conhecer pessoas dá área. Achei-as em qualquer rede social ( ou bar heheh ) e perguntem a elas qual o valor médio de um profissional dá nossa área. Não tenha vergonha de perguntar, se Fulano não responder, fatalmente Cicrano vai. Porque o não vc já tem. Corra atrás do sim. Se ele responder você já tem um bom start certo?

O Profissional

Sabendo o valor de mercado o desafio agora é saber quanto vale seu trabalho. Uma boa dica é. Assista os comerciais locais. Você seria capaz de fazer aquilo? Se sim, ponha a mão na massa e faça. Quando terminar veja se ficou igual, ou melhor. Peça opinião ( Se quiser mandar pra mim, é so preencher o formulario de contato que eu adoro falar mal do trabalho dos outros... cof cof dar feedback hehehe) Compare o que você fez com o que viu na tv, e lembra do Cicrano que te respondeu sobre a media de salario? Manda pra ele, quem esta no mercado sempre pode precisar de alguem para indicação ou para ajuda-lo em algum projeto. Se você mandou bem, você acaba de virar uma opção viavél.

Se seu mercado é pequeno, não desanime sempre tem espaço para um novato, porque quem está começando tem a vantagem de ser barato, use isso a seu favor. Essa pode ser uma boa porta de entrada. Depois que você entrar e crescer no mercado e você achar que o Mercado não consegue mais pagar o que você acha justo para o seu trabalho, talvez seja a hora virar um freelancer ou abrir seu negocio. Mas não critique o mercado, ele não tem a missão de atender você, é justamente ao contrario. Você está ali para atender uma necessidade principalmente, evolua o bastante para que o terceiro pilar entre na sua vida.

O Cliente

Pode parecer polemico, ou ate contraditório, mas não da pra cobrar o mesmo valor para todo cliente. Mas ai entra uma questão que pode parecer meio anti-etico até, porque se a gente pensar, o trabalho as vezes é o mesmo, ou até maior fazer um trabalho para cliente pequeno. O pequeno as vezes não conhece os processos e isso demanda mais esforço do profissional para vender uma ideia ou explicar como funciona. Ta Lamek então porque fazer essa distinção? Pelo simples fato que você tem que se virar nos 30 para as contas do mês fechar.

Deixa eu explicar: Galera que trabalha em mercado pequeno tem um problema que os preços não são algo "padronizado", então vai da habilidade do artista analisar até onde o orçamento do cliente alcança e você tem que concordar comigo que se o orçamento for valido para ambos isso é o que vale. As vezes o orçamento do cliente pequeno não da pra fazer modafoca comercial 3D, mas se você for bem vai descobrir que o cliente nem precisa disso, só precisa modernizar suas postagens no Instagram ou então onde um Supermercado precisa de uma mídia interna eu nunca conseguiria cobrar o mesmo que para uma Loja de carros que quer um comercial para tv. Esse ultimo exemplo é um trabalho que você provavelmente levaria o mesmo tempo para os dois, mas não conseguiria cobrar o mesmo.

Então saber como identificar a necessidade do cliente e precificar baseado em seu nivel e no volume do mercado pode ser um bom começo para você não tomar tantos prejuizos. Mas não se pressione, você ainda vai errar, só use esse erro ao seu favor, isso é chamado de experiência! hehehe

Espero que tenha ajudado, qualquer pergunta arrocha ai nos comentarios ou me acha nas social network que eu responde de graça mesmo! :D